OFICINAS, CURSOS, MEDIAÇÃO DE LEITURA

Bebês       
                                      Crianças e Adolescentes
                                                                                                Adultos
                  Idosos


Baú de Infância: a arte contar histórias e brincar com a tradição oral
Sinopse: A proposta do Baú da Infância é contribuir com a formação lúdico-artística do educador através dos elementos da tradição oral da cultura da infância: cantigas infantis, brincadeiras cantadas e de roda, brincadeiras regionais e contos da tradição oral. O curso pretende fomentar uma reflexão sobre a cultura da infância nos dias atuais e instrumentalizar o educador na proposição de atitudes lúdicas que possam gerar situações prazerosas e interferir positivamente no desenvolvimento de cidadãos plenos. Habilidades a serem desenvolvidas durante o curso: contador de histórias, agente do brincar, artesão de objetos e instrumentos sonoros para utilização na contação de histórias. O curso completo é realizado em 5 módulos e pode ser feito por módulos separados.
Público Alvo: Professores, educadores, mediadores de leitura e interessados em geral 
Depoimento: http://desafiosnaedinclusiva.blogspot.com.br/2014/08/reuniao-pedagogica-com-apresentacao.html
Álbum de Fotos: https://www.facebook.com/rosita.flores.54/media_set?set=a.3169315068005.2122223.1119311041&type=3


EMEF Dias Gomes


                                    
SENAC - Aclimação

O Livro na Roda: contar histórias com o livro
Sinopse: A proposta desta oficina é proporcionar o reconhecimento e a utilização do objeto livro como ferramenta cênica, estética, lúdica, performática, sensorial e de suporte para a oralidade e construção do imaginário. O livro será desvendado como objeto provocador de sensações, sentimentos, imaginação, criatividade e criticidade dando suporte, intensidade, profundidade e construindo o imaginário durante a contação de histórias. Mas, antes de tudo, queremos contagiar o público com nossa paixão pelos livros e pela leitura. De acordo com Michèle Petit (2008), o mediador é aquele que faz a ponte entre o leitor e os livros através de sua paixão pela leitura e amor pelos livros.
Público Alvo: Professores, educadores, mediadores de leitura e interessados em geral   
Álbum de Fotos: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1026570980698006.1073741842.976897642332007&type=3
     


                             
Brincadeiras Tradicionais
Sinopse: Oficina de formação que tem como objetivos principais, estimular e valorizar as brincadeiras e cantigas tradicionais da infância, no sentido de permitir que a cultura da infância seja perpetuada e reinventada, e assim as crianças possam ser crianças em toda a plenitude que esta palavra sugere. Conteúdo: brincadeiras de roda, roda de versos, brincadeira de palavras, brincadeiras acumulativas, brincadeiras na saia gigante; cantigas de ninar, brincadeiras regionais (cacuriás, cirandas, congadinhas infantis, brincadeiras de terreiro), entre outras.
Público Alvo: Professores, educadores, mediadores de leitura e interessados em geral      


EMEF Ana Marchione Salles

 Oficinas para Crianças
O livro na roda
Sinopse: Oficina lúdica de mediação de leitura para crianças. Nesta proposta, o livro será explorado como objeto nas suas potencialidades lúdicas, estéticas e sensoriais. As estratégias utilização serão: contação de histórias, roda de leitura e roda de conversa, brincadeiras, atividades de exploração do ambiente e construção coletiva de pequenas narrativas. Os objetivos principais são: Favorecer aproximações da criança com o livro.
Despertar para a curiosidade, o prazer e o interesse pelos livros; contagiar as crianças com a paixão pelos livros e pela leitura, provocar os sentidos a partir da exploração sensorial e estética do livro.
Público Alvo: Crianças, a partir dos 5 anos (esta oficina também pode ser oferecida para crianças menores, desde que, acompanhada dos pais)

ONG IASE


Mão com mão: brincadeiras de roda

Sinopse: A roda é um objeto circular que se movimenta ao redor de um eixo. Nesse sentido, a roda favorece e propicia o movimento, o “start” para a brincadeira. Além disso, a roda favorece um laço afetivo e de confiança, pois todas as pessoas se veem ao mesmo tempo e muitas brincadeiras em rodas são realizadas de mãos dadas. As brincadeiras de roda estão relacionadas à cultura popular e nos remetem a uma memória ancestral e comum a vários povos: africano, indígena e europeu. E nos trazem a reflexão sobre a necessidade de brincar e sobre os lugares possíveis para a brincadeira, desde que as brincadeiras de roda se manifestavam nas ruas, terrenos baldios, parques e quintais.





Vivência para bebês  
Sinopse: Espaço de afeto construído com acalantos,
cantigas, brincadeiras com os bebês no aconchego do colo ou percorrendo chão - na exploração do espaço. Momento de partilha dos acontecimentos do cotidiano comuns às famílias com bebês.
Duração: 60min
Público Alvo: bebês até 2 anos (acompanhados)



 Oficina para Idosos
Reminiscências e significação: Contação de Histórias, Roda de Conversa (histórias de vida compartilhadas) e Brincadeiras Cantadas e Dançadas









Um comentário :